Como emagrecer no pós-parto

Depois de meses e meses de expectativas e muitos planos, finalmente o bebê nasceu e o clima é de alegria total. No entanto, não é incomum que as mães acabem se deparando um clima de incertezas, insegurança e insatisfação com as mudanças sofridas pelo corpo.

O fato é que essa é uma época de muitas mudanças, de descoberta da maternidade, adaptar-se a uma nova rotina, um corpo que está mudando novamente, alterações hormonais, diferente distribuição da gordura corporal, celulite, estrias e muitas outras coisas.

Nesse cenário, duas coisas muito comuns acontecem: ou as mamães acabam se incomodando e fazendo de tudo para voltar o mais rápido possível ao peso de antes ou se acomodam e acabam ganhando ainda mais peso.

Então, se você não quer se acomodar e quer emagrecer no pós-parto, vamos ver algumas dicas.

Como emagrecer no pós-parto

Primeiramente, o que você precisa saber é que esse não é o período mais indicado para adotar uma rotina mais pesada de atividade física. No entanto, claro, é ótimo manter o corpo ativo para que ele já vá se acostumando.

Saiba ainda que é completamente possível perder o peso acumulado durante a gestação de uma forma segura e saudável, sem causar danos ao bebê e à sua saúde, veja:

  • Tenha paciência

Não acredite que é possível perder todos os quilinhos a mais de uma hora para a outra. Além disso, dê tempo para que o corpo possa se adaptar novamente, visto que a gestação é um processo que mexe demais com o organismo feminino.

O inchaço abdominal vai desaparecer em cerda de 6 semanas, o corpo vai regular os hormônios e aos poucos suas funções vão voltando ao normal.

  • Não faça uma dieta restritiva

A energia que o corpo precisa vêm das calorias ingeridas, que são essenciais no pós-parto, especialmente para quem está amamentando. Além disso, fique sabendo que somente o ato de amamentar já consome cerca de 500 a 600 calorias.

Lembre-se que alimentar-se bem é essencial para que o corpo possa produzir leite, então em vez de restringir alimentos o melhor é usar algum suplemento natural que ajude a saciar a fome excessiva, Sibulmax é perfeito neste caso.

  • Tenha uma alimentação balanceada

Estudos mostram que a maioria das mulheres não consome a quantidade adequada de zinco, cálcio, magnésio, ácido fólico e vitamina B6 o período do pós-parto.

Não é incomum colocar todo o foco no bebê e acabar deixando a alimentação de lado. No entanto, é fundamental ter uma dieta balanceada, rica em nutrientes. Sem isso, você e o bebê pode acabar sendo prejudicados.

  • Amamente

Como já explicamos, amamentar também é um processo que gasta calorias, além de contribuir para a liberação de hormônios do bem-estar.

Mais do que isso, não esqueça de tomar bastante água, dormir bem e fazer exercícios, que pode ser até uma caminhada no parque com o seu bebê.

Dominik

Leave a Reply