• Home
  • Archive by category "Saúde e Bem Estar"

4 alimentos para melhorar seu desempenho sexual

A DE é uma condição na qual o homem não tem uma ereção completa ou a mantém por tempo suficiente para alcançar uma relação sexual satisfatório. Entre os fatores de risco para o desenvolvimento dessa doença está o diabetes, e os latinos têm uma predisposição genética para sofrer com isso.

Na verdade, há momentos em que a disfunção erétil é o primeiro sintoma que alerta o homem para a possibilidade de ser diabético. No entanto, há muito que você pode fazer para evitar ter de ouvir aquele diagnóstico que ninguém quer ouvir. Além de manter um estilo de vida saudável, onde a alimentação é balanceada, os exercícios físicos fazem parte da rotina e você vai ao médico regularmente, há mudanças sutis que você pode fazer na sua alimentação.

Apresentamos aqui uma lista de alimentos e explicamos como funcionam, mas lembre-se sempre de consultar o seu médico sobre quaisquer alterações. Além desses alimentos, você pode fazer o uso do sildenax que é um estimulante natural que ajuda a melhorar o desempenho masculino e feminino.

Ginseng

Usado na medicina tradicional chinesa, o ginseng promove a liberação de óxido nítrico e estimulação nervosa para desencadear uma ereção. Além disso, graças a este efeito, exerce um poderoso efeito antioxidante, protegendo os vasos sanguíneos responsáveis ​​pelo enchimento dos corpos cavernosos que conduzem à ereção.

Um estudo publicado no Journal of Ginseng Research , Journal of Ginseng Research , mostrou que o efeito relaxante do ginseng no músculo liso do órgão sexual dos coelhos e o aumento da função erétil foi diretamente proporcional à dose que receberam. Dado o efeito atraente dessa raiz, vale a pena tomar uma xícara de chá de ginseng perto de sua cama. No entanto, lembre-se de que mais nem sempre é melhor para todos.

Açafrão

Esta deliciosa especiaria, originária do Irã e também cultivada na Índia e principalmente em alguns países mediterrâneos, tem efeitos positivos nas ereções masculinas. O açafrão é o estigma vermelho que vem da planta cientificamente conhecida como Crocus sativus quando seco. Na medicina tradicional é recomendado como uma substância afrodisíaca e pesquisas científicas revelam seus potenciais benefícios.

Por exemplo, um estudo publicado na revista Phytomedicinemostraram que pacientes com disfunção erétil que consumiram comprimidos com 200 miligramas de estigma de açafrão diariamente foram capazes de aumentar o número de ereções e sua duração. Por isso, pode ser uma boa ideia incluir este tempero requintado ao temperar pratos como arroz, carne, peixe, camarão, lentilhas, pães e até sobremesas.

Ematoma

Este tubérculo usado em sopas e ensopados vem de uma planta nativa dos Andes peruanos. Vários estudos destacam os benefícios de consumir maca gelatinizada para aumentar o desejo sexual nos homens. Além disso, aumenta a força e a resistência nos homens.

No século 13, os guerreiros incas o consumiam antes de cada batalha para ter mais energia; no entanto, eles foram proibidos de consumi-lo depois de conquistar uma cidade, a fim de proteger as mulheres do aumento do desejo sexual que experimentavam.

Uma investigação publicada no Journal of Ethnopharmacologyrevela que depois de tomar suplementos de extrato de maca por 14 dias, os atletas participantes melhoraram seu tempo de ciclismo de 40 quilômetros e relataram um aumento no apetite sexual. Portanto, pode ser saudável para você saborear pratos à base de maca para estar sempre disposta a desfrutar de momentos íntimos com seu parceiro.

Alho

Os benefícios do alho para o sistema cardiovascular são amplamente conhecidos. Ajuda a reduzir a placa de ateroma, os níveis de colesterol e triglicerídeos, que são fatores de risco para o desenvolvimento de disfunção erétil. O consumo diário de alho contribui para um sistema circulatório saudável, reduzindo o risco de distúrbios de ereção. Porém, não vale a pena ingerir antes de um encontro romântico, pois seu hálito pode não ser agradável para seu parceiro.

Quais os principais fatores de risco das varizes?

Muito além de um problema apenas estético, as varizes, veias que dilataram e tornaram-se tortuosas, podem desencadear uma série de outros problemas muito sérios, além de problemas de fundo psicológico, como baixa autoestima, depressão, entre outros.

O fato é que as varizes não podem ser subestimadas, precisam ser tratadas corretamente, evitando possíveis consequências.

Embora seja um problema mais comum em mulheres, os homens também podem ter varizes, comprometendo a circulação sanguínea, já que elas surgem quando ocorre um represamento do sangue nas veias, em geral, por ineficiência das válvulas venosas.

Os principais fatores de risco são:

  • Histórico familiar: a doença costuma ser uma tendência familiar, ou seja, a doença é passada de geração em geração, caso pais, avós e tios apresentem os mesmo sintomas.
  • Sexo feminino: os hormônios femininos diminuem a força das paredes das veias, deixando os vasos mais fracos.
  • Obesidade: quanto mais peso, maior a pressão sobre as veias.
  • Idade: mais comuns após os 30 anos, e ainda mais com o envelhecimento.
  • Gravidez: a grande quantidade de hormônios, somada a um maior volume de sangue circulante e a compressão das veias intra-abdominais pelo útero, favorecem o surgimento das varizes.
  • Sedentarismo: andar facilita o retorno venoso, diminuindo o represamento do sangue dentro das veias.
  • Traumas nas pernas: qualquer lesão nas veias pode torná-las mais fracas e susceptíveis a dilatações.
  • Ficar na mesma posição por longos períodos: em pé, ou sentado, sem andar durante várias horas, dificulta o retorno venoso e facilita o surgimento de varizes.
  • Pílulas anticoncepcionais: a variação hormonal é um grande fator responsável pelas varizes.
  • Tabagismo: o cigarro é nocivo a parede dos vasos.

Salto alto pode causar varizes?

Ainda não há um consenso sobre o uso de salto alto causar, ou não, varizes. Mas, o fato é que, por causa do salto alto, o sangue pode ficar mais facilmente preso na região da panturrilha, pela própria posição da batata.

Por outro lado, inexistência de salto algum também exige mais esforço dos músculos para bombearem o sangue de volta ao coração. Por isso, a dica é apostar em um salto pequeno, de um ou dois centímetros, deixando a perna, e os pés, em uma posição confortável.

Como prevenir as varizes

Uma das melhores formas de prevenir e tratar as varizes é fazer o uso do creme varigold que aliviar as dores, diminui o inchaço e previne doenças.

Quando as varizes estão ainda em uma fase inicial, é possível, com algumas mudanças nos hábitos, prevenir seu agravamento. São mudanças simples, como  parar de fumar, evitar longos períodos sentado, ou em pé, procurar praticar exercícios regularmente, principalmente, caminhadas e, se você estiver acima do peso, emagrecer.

Ao contrário do que muita gente pensa, musculação não causa varizes e nem agrava seu quadro, só é preciso, no entanto, que seja realizada de modo correto.

Outra forma de se precaver contra as varizes, ou seu agravamento, é evitar o uso de pílulas anticoncepcionais, que em pacientes com predisposição genética muito forte, podem ser muito prejudiciais.